De um lado, as belas praias do sul da Bahia. Do outro, a verde Mata Atlântica da Costa do Cacau. Assim é Ilhéus, um paraíso onde é verão o ano todo. A cidade é rica em natureza e também em história. As memórias ainda estão vivas por lá: a chegada dos portugueses, suas disputas com os índios pelas terras, os coronéis dos tempos áureos do cacau, as histórias de Jorge Amado…

Ilhéus possui o maior litoral da Bahia, com cerca de 100 km de praias ladeadas por altos coqueiros. A zona sul é a parte mais turística, onde estão os grandes resorts à beira-mar e algumas das melhores praias. Apesar de limpas, suas águas são mais escuras, por ser uma área onde muitos rios deságuam. Algumas praias possuem bares e quiosques, outras são quase desertas.

A praia de Batuba, por exemplo, é ótima para surfar. Já as praias de Jairi e de Canabrava são mais indicadas para quem quer se refrescar com um bom mergulho. A praia dos Milionários oferece uma estrutura mais completa ao visitante. Em Cururupe, as ondas são tão fortes que o mergulho não é indicado. Mas o visual é lindo, pois é ali que o Rio Cururupe, de águas ferruginosas, encontra o mar.

A cidade de Ilhéus vai além das belas praias. Poucas pessoas sabem, mas o distrito de Olivença é uma estância hidromineral, a única do Brasil localizada na faixa litorânea. As tais águas ferruginosas encontradas no distrito não existem em nenhum outro lugar do Brasil. Elas possuem propriedades medicinais, além de serem boas para a pele e os cabelos. Alguns ainda dizem que essa água também garante um ótimo bronzeado. O Balneário Tororomba possui três piscinas abastecidas com essas águas.

 

Fonte- Qual Viagem

Foto- Roberto Santos

  • SHARE