A Casa de Cultura Jorge Amado, localizada na Rua Jorge Amado, no Centro da cidade, é um dos pontos culturais mais visitados de Ilhéus. O museu integra o Circuito de Memória, iniciativa da Rede de Museus e Pontos de Memória do Sul da Bahia, e é gerenciado pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult. No prédio, onde o escritor que lhe empresta o nome viveu parte da infância, é possível conhecer mais sobre a vida e obra do romancista.

É possível visitar a Casa de segunda à sexta, das 9h às 12h e das 14h às 18h, e aos sábado das 9h às 13h. Aos turistas, é cobrada uma taxa de R$ 5, já os ilheenses, desde que comprovem com algum documento, e alunos da rede pública de ensino estão isentos da taxa. No caso dos estudantes, no entanto, é necessário o agendamento prévio com o coordenador do espaço, Felipe Castro.

Durante o passeio pela casa, os visitantes são guiados e conhecem aspectos da vida e obra do escritor. Hoje, a Casa mantém em exposição roupas, fotos, histórico dos pais e da infância, além de vídeos sobre o escritor, como o filme sobre os 50 anos do romance “Gabriela, Cravo e Canela”, comemorado em 2008. Há ainda uma exposição com orixás em cerâmica, produzidas pelo ceramista itabunense, Osmundo Teixeira.

O Secretário de Cultura do Município, Paulo Atto, destaca que a Casa de Cultura Jorge Amado oferece aos visitantes a possibilidade de conhecer as experiências vivenciadas pelo escritor desde a sua infância até a vida adulta. Ele explica ainda que “a Casa foi onde teve início a vida literária de Jorge Amado, logo considera de suma importância preservá-la como patrimônio histórico e cultural da cidade”.

História – A casa, onde Jorge Amado passou parte da infância e adolescência, foi construída em estilo neoclássico no fim da década de 1920 por seu pai, João Amado Faria. O palacete ocupa uma área de 600 metros quadrados, com piso de jacarandá e azulejos ingleses na varanda. A Casa de Cultura Jorge Amado foi fundada no dia 27 de Junho de 1997, após ser restaurada, durante a segunda gestão do prefeito Jabes Ribeiro.

 

Fonte- Ascom da Prefeitura

Fonte Imagem – Prefeitura de Ilhéus

  • SHARE

Comments are off this post