Todos os momentos da viagem são importantes e é mais do que normal querer registrar todos os momentos e mostrar para todo mundo a realização de um sonho, a felicidade de se estar de férias ou a conquista de uma nova viagem.

Vai dizer: quem nunca tirou uma foto de dentro do avião e postou nas redes sociais que atire a primeira pedra, né? Tirar foto no aeroporto, na poltrona do avião, das malas etc está tranquilo. Acontece que é muito comum também que se poste – seja através de foto ou de vídeo – o cartão de embarque ou o email de confirmação da sua compra no Instagram, Facebook ou Snapchat.

Quer um conselho? Não divulgue seu cartão de embarque, nem o email de confirmação da sua compra.

A gente explica o motivo. O cartão de embarque tem várias informações pessoais como seu nome, sobrenome, a origem do seu voo (e portanto, o local onde você está) e o local de destino. Mas, tá, tudo bem, essas informações são mais do que básicas hoje em dia e são públicas para qualquer pessoa que tenha uma rede social. Sem problemas até aí.

Origem da imagem: https://www.voegol.com.br/pt/informacoes/viaje-sem-duvidas/cartao-de-embarque

O problema de verdade está na combinação dessas informações com outras que podem ser vistas, como o seu localizador, seu programa de fidelização e até o código de barras! Alguns cartões de embarque mostram ainda o número do eticket e, ainda mais grave, o número do seu passaporte.

Origem da imagem: https://www.latam.com/pt_br/administre-sua-reserva-e-inclua-servicos/check-in/cartoes-de-embarque/

Lembre-se que, por mais que você esteja postando aquela imagem em uma rede social ou através do aplicativo de mensagens (como o Whatsapp) onde só tenham amigos, familiares e pessoas de confiança, não significa que as fotos não possam ser encontradas através de buscas de #hashtags e até no Google.

Essas informações caindo em mãos indevidas pode causar muita dor de cabeça. Isso acontece, pois, para ter acesso a várias informações do seu voo (e dar início ao processo de cancelamento do check-in), basta ter o seu localizador e a origem do seu voo.

Dependendo do site da companhia aérea, é possível ter informações até do pagamento. Por questões de segurança, nenhum site mostra o número completo do seu cartão de crédito, mas é relativamente comum que mostre a bandeira e os últimos quatro dígitos.

Uma pessoa com más intenções pode fazer troca de assentos, escolher outro tipo de comida e outras pequenas modificações chatas, porém contornáveis. Mas também pode causar problemas mais complicados como cancelar um check-in ou usar suas informações para clonagem, compras em seu nome etc.

Não vale a pena arriscar, né?

Se for tirar fotos ou publicar vídeos, lembre-se de não expor esses detalhes. Mantenha seu passaporte fechado, mostrando apenas a capa, e não deixe nenhuma informação importante do seu cartão aparecendo. Outra opção é riscar ou desfocar essas partes do cartão de embarque usando programas ou aplicativos de edição que você pode baixar no seu celular.

 

Fonte- Mundi- Dicas de viagens

  • SHARE

Comments are off this post