Com as férias marcadas, as datas definidas, surge logo a vontade de garantir os bilhetes, mas muitos têm medo que surjam promoções ou os preços caiam. Preparamos este post com base na experiência de quem tem acompanhado dia a dia o sobe e desce dos preços das passagens e as promoções. Apesar de toda esta experiência, é preciso entender que não existe uma regra fixa, e é importante pesquisar sempre até fechar a compra das passagens.

1. Comprar com muita antecedência não é melhor negócio

Vai viajar só no ano que vem? Marcou as férias para daqui a seis meses? Trate de conter a ansiedade se quiser pagar mais barato! Ao contrário do que costumam dizer os meios de imprensa, quem compra com muita antecedência paga mais caro. As companhias aéreas se beneficiam muito com a venda antecipada, por isso vivem recomendando isso, mas nenhuma delas faz promoção com validade de seis meses ou um ano, por isso não compre com tanta antecedência a menos que queira pagar mais caro. Temos inclusive um post específico sobre isso.

2. Alta ou baixa temporada?

A primeira pergunta, antes de definir o período certo de comprar, é sua viagem é na alta ou na baixa temporada. A alta temporada no Brasil são os meses de julho e janeiro, a segunda quinzena de dezembro e a primeira quinzena de fevereiro, além de todos os feriados. A baixa temporada são os demais meses do ano, onde é possível encontrar preços mais baratos, já que a procura por passagens é bem menor e há mais promoções.

3. A hora certa de comprar

Sabendo o período, vamos à regra de ouro!

Se você quer fazer uma viagem no Brasil na baixa temporada, a antecedência que recomendamos é de 25 a 40 dias. Não quer dizer que você não deva ficar atento às promoções que aparecerem antes, mas contenha a ansiedade e a passagem baixar só R$ 10 com alguns meses de antecedência.

Comprando uma passagem nacional para a baixa temporada com 30 ou 90 dias de antecedência sem promoção o preço geralmente será o mesmo. Se você comprar com mais de 180 dias, é possível que o preço seja ainda mais caro do que comprar com 30 dias de antecedência. Quando você compra passagens aéreas nacionais com mais de 60 dias de antecedência você praticamente zera as chances de comprar passagens aéreas em promoção. Aí você já sabe o resultado… quando faltar 30 dias para sua viagem, você vai ver uma mega promoção mas já comprou as passagens.

4. Comprando na alta temporada

Boas passagens na alta temporada são mais difíceis, por isso o prazo pode ser maior: de 60 a 90 dias. Isso não significa que não possa sair promoção antes ou depois, mas nesse período a probabilidade é bem maior. Atenção: na alta temporada os preços são mesmo maiores, portanto não espere que apareça uma passagem para voar no Réveillon no mesmo preço dos voos de outubro!

5. Outras desvantagens de comprar antes

Quando você compra uma passagem com vários meses de antecedência, aumentam as chances de ter surpresa. Exemplos:

– a companhia deixar de operar o voo no horário que você comprou e alocar você em outro horário,
– a empresa deixar de oferecer um serviço de traslado que você pretendia utilizar,
– a empresa mudar o seu serviço de bordo,
– uma nova empresa passar a operar o trecho e derrubar os preços
– enfim… em 6 meses o quadro da empresa ou do trecho pode mudar bastante e o preço muitas vezes não será menor do que se você tivesse esperado mais alguns meses para comprar.

6. Nunca deixe para a última hora

Só há uma coisa pior do que comprar com muita antecedência: deixar para comprar as passagens de última hora. Aquelas promoções de última hora não existem no Brasil, pelo contrário, a companhia aérea cobra os preços mais altos de quem precisa viajar com urgência. Se falta menos de três semanas para sua viagem, não tenha dúvida: compre já!

 

Fonte: www.melhoresdestinos.com.br

Imagem: Istock

  • SHARE

Comments are off this post