Exemplos de alta temporada no Brasil são os feriadões, como o Carnaval, que atrai os viajantes para destinos que incluem tanto as festas de rua lotadas de gente quanto as trilhas no meio do mato. Seja nas ruas de Salvador (BA), seja pelos rios de Bonito (MS), o movimento será maior que o usual.

Mas nem só feriados aumentam a demanda por um destino. Características específicas do local em determinada época também influenciam. Por exemplo, se o seu sonho é passar o inverno em Nova York, para pegar na neve, patinar no gelo e ver árvores de Natal monumentais, você viajará na alta temporada. Praia no Nordeste no verão é outra época mais movimentada que a média.

Nas altas temporadas, há mais movimento e os preços sobem um pouco em relação a outras épocas do ano. O lado bom é que esses períodos são os que se encaixam na agenda com mais facilidade e costumam ser a época ideal para curtir o que o lugar tem de melhor a oferecer.

Outro aspecto positivo é quando se viaja em alta temporada, dificilmente o clima vai ser problema. Isso porque ele já é conhecido e previsível. Tal segurança é justamente um dos fatores que aumenta a demanda pelo destino. Aí cabe somente adequar o tipo de clima ao seu gosto, assunto que abordaremos mais à frente.

Dependendo do seu calendário, também é possível viajar em baixa temporada e ainda assim aproveitar bem o seu destino – até porque o movimento e os preços caem. A dica, nesse caso, é conferir o funcionamento das atrações (para não as encontrar fechadas) e checar o clima para saber o que esperar.

 

Fonte: www.passagensimperdiveis.com.br

  • SHARE

Comments are off this post